Coberturas
Prefeitura de Fortaleza intensifica vacinação contra a gripe durante fim de semana
Home Últimas Notícias Prefeitura de Fortaleza intensifica vacinação contra a gripe durante fim de semana

 

A Prefeitura de Fortaleza disponibilizará 29 pontos de imunização neste sábado (01/06) para a campanha nacional de vacinação contra a gripe. Seguindo orientação da Secretaria de Saúde do Estado, as unidades de saúde do município atenderão aos grupos prioritários da campanha até o dia 14 de junho. Em Fortaleza, já foram vacinadas 474.058 pessoas, o equivalente a 68% da meta geral estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é imunizar 90% de 699.913 mil pessoas.

Neste sábado (01/06), a Secretaria Municipal da Saúde fará busca ativa nos bairros com baixa cobertura do público-alvo da campanha. Além disso, 14 postos e 15 mini postos estarão disponíveis para atendimento destes grupos. No domingo (02/06), a equipe de imunização estará na Paróquia Nossa Senhora da Glória (Cidade dos Funcionários), das 8h às 12h, e os postos de saúde Paulo Marcelo (Centro) e Messejana estarão abertos das 8h às 16h30.

Devem se vacinar idosos a partir de 60 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, trabalhadores da Saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).

A vacina tem como finalidade reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções causadas pelo vírus da gripe. Considerada uma das medidas mais eficazes de prevenção da doença, pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e até cerca de 75% a mortalidade por complicações da Influenza, conforme dados do Ministério da Saúde. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a ocorrência de casos da doença pode evoluir de leve a grave até chegar ao óbito, sendo a maior parte entre os grupos de alto risco.

Veja Mais