Últimas Notícias
Assembleia Legislativa reúne gestores municipais por prevenção de homicídios de adolescentes
Home Últimas Notícias Assembleia Legislativa reúne gestores municipais por prevenção de homicídios de adolescentes

 

A Assembleia Legislativa do Ceará, por meio do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA), reuniu de forma virtual, na tarde desta segunda-feira (30/08), parlamentares, prefeitos, secretários, articuladores e mobilizadores do Selo Unicef no Encontro Cada Vida Importa. A reunião, cujo objetivo é pactuar ações de prevenção de homicídios de adolescentes com prefeituras e órgãos públicos, demonstrou a relevância e urgência da ação integrada dos municípios.

Ao longo do evento, os participantes dialogaram sobre a importância de mobilização e sensibilização de todos os setores da sociedade cearense para a pauta da violência, que afeta o público mais jovem e vulnerável no Ceará. O encontro foi promovido em parceria com o Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef), Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Ceará (APDMCE).

Na abertura da reunião, o presidente da Assembleia, deputado Evandro Leitão, destacou a importância de investimentos em educação, cultura, esporte, lazer e inclusão social em curso no Estado para que as estatísticas de violência apresentem queda. Evandro citou que o primeiro semestre de 2021 no Ceará, comparado ao mesmo período do ano passado, apresentou redução de 37,66% no número de vítimas adolescentes.

“Não haveria redução, se não houvesse investimento em educação, como a inclusão de 50% das escolas da rede estadual no ensino em tempo integral. Um orçamento de 3,1 bilhões para a área e políticas públicas continuadas na educação, iniciadas há mais de uma década e que dão frutos hoje”, defendeu Evandro, que reconheceu ainda o trabalho das forças de segurança, com investimentos em inteligência e pessoal.

Relator do comitê, o deputado Renato Roseno apresentou dados para enfatizar a necessidade políticas públicas nos municípios para a população mais jovem e mais pobre. “Essa é uma violência que pode ser evitada. A morte não é um acontecimento, é um processo. Ela começa no abandono e é necessário superar o abandono”, afirmou.

Outro destaque do Comitê foi a convocação de todos os municípios para a junção de forças nas ações de prevenção a homicídios na ‘Semana Cada Vida Importa’, a ser realizada em novembro, com elaboração de boletins epidemiológicos e protocolos de apoio às famílias, dentre outras diretrizes que serão dialogadas.

O representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Ceará, Rui Aguiar, alertou aos gestores que não ignorem qualquer possibilidade de crescimento de mortes de adolescentes em suas localidades. “Às vezes quando a pessoa vê o número de homicídios, não identifica o problema como do seu município. Nos últimos dez anos, vários municípios do Ceará começaram a registrar alta. É importante despertar a consciência para buscarmos garantir a vida da adolescência no Estado, que sofre todos os dias”. O Encontro Cada Vida Importa contou com ampla participação de gestores cearenses, envolvendo 287 pessoas de 115 municípios.

Veja Mais