Coberturas
Secult anuncia Glória Diógenes como diretora da nova Biblioteca Estadual do Ceará
Home Últimas Notícias Secult anuncia Glória Diógenes como diretora da nova Biblioteca Estadual do Ceará

A Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) anuncia a nova diretora da Biblioteca Estadual do Ceará (BECE): a socióloga e pesquisadora Glória Diógenes. A Biblioteca será reinaugurada neste primeiro semestre, com novo conceito, após modernização e grande obra de reforma, incluindo a integração do equipamento cultural ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

“Estamos na fase final para a reinauguração da Biblioteca Estadual do Ceará e convidamos a professora Glória Diógenes para assumir a diretoria da biblioteca. Como socióloga, a Glória traz um pouco do que estamos pensando de conceito e de programa da biblioteca. Será uma biblioteca conectada com uma ação cultural e educativa, mas também atuando como ambiente de produção de conhecimento e do fomento à pesquisa. Então, a Glória deve traduzir muito bem o que é o conceito da BECE”, ressalta o secretário da Cultura do Ceará, Fabiano Piúba.

“Para mim foi uma honra e alegria receber o convite, porque creio que essa reabertura, esse reabrir de portas da biblioteca, é um marco para a cidade e para o Ceará. Significa colocar a palavra oral e escrita, a literatura, a leitura, como marcos fundamentais de construção da memória deste Estado, de sua vitalidade, de sua potência principalmente numa conjuntura onde cada vez mais a palavra se impõe como agir. A mensagem é que deixo para esse início é de que a instituição deva ir para além dos seus muros, atuando na construção de um agir social. Convido todos a habitar a biblioteca, a vivencia-la, a sentir a biblioteca, porque ela é também uma partilha do sensível, como diz Jacques Rancière, uma vez que precisamos cada vez mais desses espaços de encontro”, destaca a nova diretora da Biblioteca Estadual do Ceará, Glória Diógenes.

Glória Diógenes é professora titular do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Pesquisadora do CNPq, e coordenadora o Laboratório das Artes e das Juventudes (LAJUS). É membro fundadora da Rede Luso-Brasileira de Pesquisadores em Artes e Intervenções Urbanas- R.A.I.U, é membro fundadora da Rede Todas as Artes, Todos os Nomes e membro da REAJ – Rede de Estudos sobre Experiências e Ações Juvenis. Faz parte do Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico do Ceará.

Mais sobre a BECE

Em seu novo conceito e programa, a Biblioteca Estadual do Ceará interage com a comunidade e com as cenas artísticas, culturais e literárias, conectando com as bibliotecas comunitárias, os coletivos, saraus, slams e com a produção acadêmica do estado no sentido de dinamizar e estender e acolher suas ações com os mais diversos ambientes e espaços formais e não formais dos distintos territórios da cena cearense em conexão com o país e com o mundo.

Os modelos de Biblioteca Parque foram adotados como inspiração para a proposta da Biblioteca Estadual do Ceará. Tendo como principais referências as bem-sucedidas experiências implementadas em Medellín e Bogotá, na Colômbia, e a Biblioteca Parque de Estado do Rio de Janeiro, que foi a mais importante influência para esse projeto. É possível antecipar que a modernização incluiu a reformulação de ambientes e espaços internos com a aquisição de equipamentos e mobiliários, ampliação e atualização do acervo e formulação de programação cultural de incentivo à leitura e à literatura considerando o Plano Nacional do Livro e Leitura.

Veja Mais