Últimas Notícias
Sarto divulga cronograma de retorno gradual das atividades presenciais nas escolas do Município
Home Últimas Notícias Sarto divulga cronograma de retorno gradual das atividades presenciais nas escolas do Município

 

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, anunciou, nesta segunda-feira (26/07), o cronograma de retorno gradual das atividades presenciais nas escolas do Município. O calendário é dividido em etapas, que incluem ações de sensibilização, formações sobre protocolos sanitários, avaliação dos níveis de aprendizagem e volta escalonada por séries às aulas presenciais. A expectativa é que as escolas funcionem com 50% da capacidade, em formato híbrido, a partir de 8 setembro.

Veja o cronograma de retomada das aulas presenciais

O anúncio foi feito em live nas redes sociais, durante visita à Escola Municipal Herondina Lima Cavalcante, no Vila Velha, e contou com a participação da secretária da Educação, Dalila Saldanha. De acordo com o prefeito, atualmente, a rede municipal de educação está passando pela etapa de sensibilização.

“Toda a rede municipal está sendo assessorada por profissionais de psicologia, com uma preparação voltada para falar sobre este momento de pandemia que estamos vivendo, com professores, diretores, pais de alunos e alunos. Isso é muito importante porque estamos vencendo a pandemia, mas a pandemia ainda está aí e é preciso que todos permaneçam obedecendo os protocolos sanitários”, afirmou Sarto.

O prefeito enfatizou ainda que toda a estratégia para a retomada gradual das aulas presenciais considera a imunização de trabalhadores da Educação contra a Covid-19. Conforme explicou, a previsão é que estes profissionais recebam a segunda dose da vacina ainda em agosto, concluindo assim o esquema vacinal da categoria.

Ainda de acordo com Sarto, em breve, a Prefeitura anunciará como será o monitoramento de possíveis casos de Covid-19 na rede de ensino.

Formações

Durante a transmissão, o prefeito explicou que o segundo semestre letivo de 2021 terá início, ainda de forma remota, no próximo dia 29 de julho. Ao longo de todo o mês de agosto, a Secretaria Municipal da Educação (SME) realizará acolhidas e formações com a comunidade escolar, envolvendo gestores, professores, alunos e familiares, sobre o plano de retomada das aulas presenciais, esclarecendo informações sobre rotina escolar, protocolos sanitários, modelo de ensino e outras orientações.

A acolhida de professores ocorrerá de 29 de julho a 4 de agosto, enquanto que a abordagem junto às famílias será realizada de 5 a 13 de agosto. Nesta etapa, as atividades ocorrerão de maneira remota. É importante registrar que, neste mês de julho, a Prefeitura promoveu a formação de profissionais lotados na sede da SME e Distritos de Educação (19 e 20/07), assim como daqueles que atuam nas equipes escolares (22 e 23/07).

Avaliação Diagnóstica

Na etapa seguinte, será aplicada, entre os dias 16 e 27 de agosto, a Avaliação Diagnóstica de Rede para todos os alunos do Ensino Fundamental. O exame tem o objetivo de identificar e analisar os níveis de aprendizagem dos estudantes, bem como planejar as estratégias de intervenção a serem adotadas pela Rede Municipal.

De forma inédita, as Avaliações Diagnósticas de Rede de Língua Portuguesa e de Matemática serão realizadas de forma censitária para todos os alunos das turmas de 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos.

“Muito tem se falado na perda que a comunidade escolar tem tido em relação à qualidade do ensino, mas essa perda é superada pela capacidade e vocação dos nossos docentes e discentes. Não há que se falar em perda irreparável porque nosso aluno é brilhante, nosso professor é dedicado, nossa evolução em todos os indicadores tem sido sempre crescente, e Fortaleza vai inaugurar essa experiência motivadora para as outras cidades. Essa avaliação é fundamental para sentir o que nós perdemos e saber o que precisamos para recuperar esse tempo perdido”, disse Sarto.

Retorno presencial escalonado

Já no dia 8 de setembro, terá início a retomada das aulas presenciais, que acontecerá de forma escalonada e híbrida, começando pela Educação Infantil, avançando até as últimas séries do Ensino Fundamental.

 

O faseamento prevê que, na primeira etapa, serão contempladas as turmas do Infantil III, V e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental IV (33,2% dos alunos matriculados); na segunda etapa, serão incluídos os alunos do Infantil I e II e 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental (totalizando 61,3% dos estudantes da Rede); e na última etapa, os estudantes do 6º, 7º, 8º e 9º anos e da Educação de Jovens e Adultos (100% dos alunos da Rede Municipal).

Ao final de setembro, todos os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental já devem ter retornado às aulas presenciais, mas com rodízio semanal – aulas presenciais numa semana, com grupos que representam 50% do quantitativo da turma, e na posterior com a realização de atividades domiciliares.

A divisão dos grupos seguirá a ordem da chamada de classe (exemplo: se a turma tem 20 alunos, serão formados dois grupos, sendo o primeiro constituído dos estudantes de número 1 a 10 e o segundo grupo com aqueles de numeração 11 a 20).

“A cada semana a gente vem com um grupo, iniciando pela última etapa da educação infantil e a primeira do ensino fundamental, nas semanas seguintes vai completando os ciclos, até que, a partir de 20 de setembro, a gente esteja com a metade dos estudantes da rede municipal, no caso 120 mil, em aulas presenciais, e a outra metade em atividades domiciliares”, explicou a secretária Dalila Saldanha.

A retomada das aulas presenciais seguirá rigorosamente as medidas sanitárias orientadas pelo Governo do Estado, pela Prefeitura de Fortaleza e demais autoridades de Saúde.

A secretária salientou que a distribuição, realizada pela Prefeitura, dos tabletes e chips para estudantes da rede municipal vai auxiliar a semana em que o grupo permanecerá em atividades remotas.

Segundo Sarto, há previsão de entrega de mais 28.500 tabletes para a comunidade de ensino de Fortaleza.

 

Infraestrutura

Todas as 581 unidades escolares da Rede Municipal foram analisadas e passaram ou estão passando por adequação para adaptação da estrutura, de acordo com o protocolo sanitário de prevenção à Covid-19, que inclui, por exemplo, instalação de lavatórios e abertura de passagem e melhor circulação de ar.

Algumas unidades passam por adequações mais complexas, dentro do pacote de requalificação das unidades escolares, com o objetivo de proporcionar melhorias estruturais e mais conforto, segurança e acessibilidade para toda a comunidade escolar.

Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

Os Equipamentos de Proteção Individual necessários para uso dos alunos e dos profissionais da Educação, de acordo com a especificidade de cada etapa de ensino, incluindo máscara de tecido, avental, touca, sapatilha, além de materiais e insumos como pulverizador, termômetro, álcool em gel e os dispositivos para uso, sabonete líquido, água sanitária e garrafas squeeze para uso individual, já foram adquiridos ou estão em fase de recebimento.

Ciclo de cuidados

Uma das estratégias que a SME adotará é a realização de um processo de acolhida e transição para a comunidade escolar, trabalhando as competências socioemocionais. Nessa perspectiva, ofertará Serviço de Psicologia Escolar, por meio do Ciclo de Cuidados, respeitando as diversas realidades emocionais e pessoais, com o objetivo de criar um clima escolar saudável e possibilitar mecanismos de saúde emocional para lidar com as inseguranças que o momento de retomada pode causar.

Veja Mais