Coberturas
Projeto Alcance.Enem se reinventa e amplia suas atividades em 2020
Home Sem categoria Projeto Alcance.Enem se reinventa e amplia suas atividades em 2020

Em um ano de grandes desafios para os estudantes, por conta da pandemia do novo coronavírus, o projeto Alcance Enem, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, também precisou se reinventar. Vinculado ao Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos, o projeto oferece um curso gratuito para estudantes de escolas públicas que almejam o ingresso na educação superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vestibulares em geral.

O curso era presencial para alunos de Fortaleza e transmitido para municípios do Interior. Mas, com a necessidade de isolamento social, passou a contar somente com aulas transmitidas pela TV Assembleia, por meio da plataforma Alcance Virtual (Alcancevirtual.al.ce.gov.br) e pelo perfil do projeto no YouTube. Neste ano, foram realizadas 138 aulas, somente duas delas foram realizadas de forma presencial, antes do isolamento social. Ao todo, os estudantes tiveram acesso a 184 horas de conteúdo focado nas provas do Enem.

Desde o mês de abril, os estudantes passaram a revisar as matérias aos sábados. Para ajudar os alunos a interagirem com os professores, foi criado um canal de comunicação via Whatsapp para envio de perguntas e respostas.

Segundo a coordenadora geral do Alcance.Enem, Dione Soares, “o ano de 2020 foi inusitado, pois apesar dos desafios da Educação a Distância, principalmente para os alunos das escolas públicas, nos deparamos com todos esses resultados positivos. Já trabalhávamos com nossa plataforma Alcance Virtual e, no momento da pandemia, ela se tornou ainda mais relevante para distribuir nossas aulas e materiais didáticos, juntamente com a TV Assembleia. Então, comemoramos e também já estamos avaliando como prosseguir contribuindo ainda mais na preparação dos jovens para o ingresso no ensino superior e no mercado de trabalho”.

Além dessa adaptação para levar o conteúdo respeitando o distanciamento social, o projeto Alcance.Enem também reforçou suas redes sociais com conteúdos educativos, sorteio de livros, vídeos explicativos e informações diversas. Ao todo, já são mais de mil publicações e quase seis mil seguidores no perfil do projeto no Intagram (@alcance.enemoficial).

A plataforma Alcance Virtual ainda registrou grande número de acessos, passando de 2.300 para 13.527 inscritos. A página se tornou um suporte fundamental para acesso a apostilas, slides dos professores, videoaulas gravadas, atividades extras, simulados e redações.

Para manter a correção semanal de redações, o projeto passou a receber os textos dos alunos por meio da plataforma Alcance Virtual. Desta forma, foram recebidas e corrigidas 1.850 redações, com um total de 33 temas.

Uma etapa importante da preparação são os simulados, que foram oferecidos este ano em meio virtual, com a participação de mais de 5.200 pessoas.

OUTRAS ATIVIDADES

O projeto Alcance.Enem realizou ainda outras atividades, como uma Feira das Profissões, de forma virtual, para os alunos conhecerem melhor sobre o trabalho em áreas como Direito, Jornalismo, Publicidade, Arquitetura, Nutrição e outros. E o projeto Alcance Emocional, realizado em outubro, com o objetivo de oferecer recursos para o equilíbrio emocional na preparação para o Enem e outros vestibulares. Foram passadas atividades com uso de técnicas da educoterapia e mentoring educacional, ministradas por professores e psicanalistas.

Em fevereiro, foi lançado o projeto “Protagonismo ao Meu Alcance”, que disponibiliza cursos de educação a distância, utilizando-se da plataforma Alcance Virtual. Este projeto teve 250 inscritos, que tiveram acesso a cursos sobre “Orientação profissional”, “Preparação para o Mundo do Trabalho”, e posteriormente, “Informática Básica” e “Atitude Empreendedora”, todos com direito a certificação.

No início do ano, o projeto celebrou, durante o aulão inaugural de 7 de março, mais de 170 aprovações de alunos de Fortaleza que participaram do projeto e fizeram Enem em 2019.

Veja Mais