Coberturas
Prefeito Roberto Cláudio apresenta atual situação epidemiológica de Fortaleza
Home Últimas Notícias Prefeito Roberto Cláudio apresenta atual situação epidemiológica de Fortaleza

 

prefeito roberto cláudio mostra um gráfico

O cenário epidemiológico de Fortaleza em relação à Covid-19 segue em tendência de estabilização. Na tarde da última quarta-feira (12/08), o prefeito Roberto Cláudio apresentou, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, os indicadores recém-divulgados pela Prefeitura de Fortaleza. Os dados confirmam consistente redução do número de casos, de óbitos e de internações decorrentes da infecção pelo novo coronavírus.

Por meio de gráficos, o Gestor demonstrou, em perspectiva comparativa, o comportamento semanal da pandemia na Capital. A atual média de casos, de internações e de óbitos é a menor registrada até então.

“A demanda relacionada às internações em leitos de enfermaria ou de terapia intensiva segue em tendência contínua de queda. Na 20ª semana, momento mais crítico da pandemia, a média chegou a ser de 113 pacientes por dia precisando de internação. Já na última semana, a média foi de quatro pessoas”, afirmou.

A análise parcial da regulação de leitos aponta cenário ainda mais favorável ao longo desta semana. A média vigente contabiliza cerca de uma internação por dia.

No tocante à média diária de óbitos, Roberto Cláudio ressaltou a melhoria dos indicadores registrados. “Chegamos a contabilizar, por volta da vigésima semana do quadro pandêmico, uma média de 88 óbitos diários. A partir de então, seguimos em tendência progressiva de queda. Chegamos, semana passada, à mais baixa média registrada, com 2,6 óbitos por dia”, informou.

Reiterando a tendência consistente de queda dos indicadores, os dados parciais contabilizam, também nesta semana, média de 1,3 óbito diário.

Diante da estabilização registrada, Roberto Cláudio reconheceu a parceria estabelecida entre a Prefeitura, o Governo do Estado e a sociedade. “Todo este cenário favorável vem sendo possível graças ao isolamento social responsavelmente implantado, aos cuidados individuais e coletivos, aos deveres compartilhadas, ao sistema paralelo de saúde instalado, à atenção hospitalar terciária, à retomada gradual e responsável das atividades econômicas, às ações assistenciais integradas e ao constante monitoramento epidemiológico”, argumentou.

No entanto, todas as medidas previstas em decreto devem continuar sendo cumpridas. “É preciso continuar mantendo o distanciamento mínimo e seguro, a lavagem de mãos e o uso de máscaras. Todos os cuidados individuais e coletivos seguem necessários”, destacou.

Atividades escolares

Ainda durante a transmissão, o prefeito Roberto Cláudio anunciou novos protocolos preparativos para o retorno das atividades escolares presenciais, cuja data segue em discussão entre especialistas e comitês de enfrentamento à pandemia.

“Estamos nos antecipando, junto ao comitê científico, para definir datas e protocolos para o retorno de 230 mil alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino. Além de estarmos adaptando a infraestrutura escolar, modificando banheiros, instalando novas pias para higienização de mãos e otimizando o sistema de ventilação, encomendamos equipamentos de proteção individual (EPIs) para garantir aos profissionais e aos estudantes um ambiente de proteção”, assegurou.

Kits de alimentação escolar

O Prefeito garantiu, também, a sexta etapa consecutiva de distribuição de kits de alimentação escolar. A iniciativa visa à manutenção do aporte nutricional e calórico dos alunos regularmente matriculados no ensino público de Fortaleza. “Distribuiremos, a partir de 17 de agosto, novas cestas de alimentação com todos os cuidados para evitar aglomerações”, enfatizou.

Compras governamentais

Para estimular a microeconomia local, 55 mil fardamentos destinados aos estudantes da Educação Infantil serão produzidos por costureiras cadastradas pela Prefeitura de Fortaleza. “Durante a pandemia, quase três milhões de máscaras produzidas por costureiras de bairros foram adquiridas pela Prefeitura e pelo Governo do Estado. A exemplo dessa compra governamental, estamos com um edital para a aquisição de novos fardamentos também produzidos por essas profissionais. Essa será uma oportunidade de estimular o emprego e a renda”, finalizou.

Veja Mais