Últimas Notícias
Artistas transformam velas de jangadas em telas e fazem exposição flutuante
Home Últimas Notícias Artistas transformam velas de jangadas em telas e fazem exposição flutuante

 

Obras de arte pintadas em velas de jangadas poderão ser vistas na orla de Fortaleza na manhã deste domingo. A exposição Aquavelas será exibida na regata de abertura do 10º Encontro Povos do Mar, a partir das 8h30, na Enseada do Mucuripe. Em seguida, as jangadas passeiam pela orla de Fortaleza, podendo ser vistas a cerca de 200 metros da margem, navegando em direção ao Rio Ceará, onde encerram o trajeto por volta das 13h. Para evitar aglomerações, o evento será transmitido ao vivo pelo canal do Sesc Ceará no YouTube.

Dez artistas plásticos foram convidados para participar da Exposição Aquavelas, que homenageará povos e comunidades litorâneas do Ceará. Os artistas Júlio Silveira, Vando Farias participam do Povos do Mar desde os primeiros anos e formaram, junto a Zé Tarcísio, Edmar Gonçalves, Mano Alencar, Almeida Luz, Bia Soares, Efigênia Coelho, Totonho Laprovitera e Andréa Dall’Olio, o coletivo da Aquavelas.

Todo o processo de preparação dos artistas para o projeto Aquavelas, bem como suas trajetórias e a relação com o mar foi registrado em uma série de vídeos que serão exibidos durante a programação dos 10 anos Encontro Sesc Povos do Mar. A websérie também será transmitida no Youtube do Sesc Ceará (https://bit.ly/2Yc78OI).

Encontro Sesc Povos do Mar

Há dez anos, a Rede Sesc Povos do Mar foi fundada com a participação de três grupos específicos: os moradores do entorno do Sesc Iparana Hotel Ecológico, pessoas conhecedoras da fitoterapia popular, que ensinaram a produção de lambedores, do óleo de coco, infusões com raízes, colorau, entre outros produtos naturais. Também faziam parte os grupos da dança do Coco no Pecém e Iguape, pioneiros de uma rede específica no Povos do Mar da qual participam hoje 15 coletivos. Além destes, os barqueiros estavam presentes marcando a relevância histórica da região da Barra do Ceará.

Atualmente, mais de duzentas das comunidades litorâneas de 25 municípios integram a rede, composta por cinco eixos: Meio Ambiente e Sustentabilidade; Cantos, Danças e Brincadeiras; Dragões do Mar, Feito à Mão e Saberes, Sabores e Saúde. São rendeiras, jangadeiros, barqueiros, marisqueiras, canoeiros, pescadores, mestres da cultura, brincantes de maracatus, reisados, mestres do Teatro de Bonecos que compartilham seus saberes e experiências. Neste ano a programação será transmitida pelas redes sociais e canal do Sesc Ceará no Youtube de 6 a 11 de dezembro.

Veja a programação completa no site do Encontro: https://bit.ly/36wz9Fn.

Veja Mais