Últimas Notícias
Vereador Léo Couto protocola projetos de incentivo ao ciclismo
Home Últimas Notícias Vereador Léo Couto protocola projetos de incentivo ao ciclismo

 

O Vereador Léo Couto protocolou duas proposições, sendo um Projeto de Lei Ordinária (PLO) e outro Projeto de Indicação, para incentivar e oferecer maior infraestrutura para os ciclitas de Fortaleza. O PLO propõe criar uma Área de Proteção ao Ciclista de Competição (APCC), já a Indicação prevê a criação do Programa Cicloparada, nas ciclovias da cidade.

Entende-se como Área de Proteção ao Ciclista de Competição (APCC), o espaço de trechos com, no mínimo, dois mil metros lineares em cada sentido, totalizando uma volta de, no mínimo, 4 mil metros lineares. Segundo o Projeto serão criadas, pelo menos, duas APCCs em Fortaleza, sendo a primeira na Cidade Fortal, a sugestão do Vereador, como modelo.

A APCC tem como principal objetivo criar um local com infraestrutura adequada para que os ciclistas possam realizar seus treinamentos, bem como, dar mais segurança e gerar boa convivência entre os praticantes e veículos, diminuindo assim, riscos de acidentes no trânsito. De acordo com a proposta protocolada, os horários e dias de funcionamento serão definidos pelo órgão de trânsito competente, observado o número mínimo de quatro dias semanais e duas horas de duração por dia, no período da manhã.

Além disso, também consta na proposição a montagem de estrutura adequada para as assessorias esportivas e praticantes, com banheiro, local para hidratação, etc. A APCC contará com mecanismos de acessibilidade para a prática desportiva por pessoas com deficiência.

Já o Programa Cicloparada dispõe da criação de bases, construídas com métodos de construção sustentável, para descanso, hidratação, alimentação, com serviços de calibragem de pneus, carregamento de celulares, nas ciclovias de Fortaleza, destinadas especialmente aos ciclistas. As Cicloparadas deverão guardar distância entre si de, no mínimo, 3km, a serem implantadas nos logradouros disponíveis, preservando o fluxo normal da ciclovia e do trânsito de veículos.

“Como todos sabem, Fortaleza é uma referência internacional quando se fala em ciclovias, ciclofaixas e o incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte. Então acredito que, com uma melhor infraestrutura, estaremos incentivando ainda mais o esporte, e consequentemente mais saúde e lazer para a população”, explica Léo Couto.

Atualmente, Fortaleza conta com 385km de malha cicloviária, considerando ciclovias e ciclofaixas. A meta é que até 2024, ao final da gestão do Prefeito Sarto, a cidade já conte com 500km, e em 2030, 524km de malha cicloviária.

Veja Mais