Últimas Notícias
Sindienergia-CE chega aos 20 anos com grandes projetos em prol do setor energético
Home Últimas Notícias Sindienergia-CE chega aos 20 anos com grandes projetos em prol do setor energético

 

O Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará – Sindienergia-CE comemora, nesta segunda-feira (21), os seus 20 anos. Acompanhando o momento desafiador e de crescimento do setor energético, o sindicato alcança esse marco com diversos projetos em andamento, a exemplo de uma plataforma completa de negócios que está sendo pensada visando facilitar o acesso a fornecedores, realizar compras de matérias-primas, acessar informações relevantes do setor, dentre outras facilidades, tudo em um único canal. Além disso, no segundo semestre, o Sindienergia deve colocar em prática um projeto pioneiro a nível nacional: o primeiro feirão de energias renováveis do país, uma iniciativa que promete aquecer o mercado de geração distribuída (produção de energia pelo próprio consumidor, por meio de placas solares fotovoltaicas) no estado e na região.

Hoje, sob a gestão do empresário Luís Carlos Queiroz, da B&Q Energia, o sindicato prepara-se ainda para realizar, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), a terceira edição do PROENERGIA, nos dias 6, 7 e 8 de outubro, com o intuito de promover a discussão e a evidência do setor de energia, tão plural atualmente. A iniciativa agrega associados, empresários, investidores e a academia em uma grande cadeia produtiva de energia, nos âmbitos estadual, nacional e internacional. Assim como no ano passado, o evento ocorrerá por meio de moderna plataforma digital, em razão da pandemia da Covid-19.

“Estamos preparando um ambiente singular de troca de ideias, interação, aprendizado e atualização e, sem dúvida, muitos insights e geração de negócios”, explica o presidente do Sindienergia, referindo-se ao PROENERGIA 2021.

Em relação à trajetória do sindicato e ao momento atual do setor, Luís Carlos Queiroz reflete: “hoje, mais do que nunca, a energia move os mais diversos setores e fomentar o desenvolvimento de alternativas mais eficientes, limpas e inovadoras é estimular o crescimento da economia global. O Sindienergia chega aos 20 anos com um dever cumprido muito relevante, graças aos presidentes e diretores que me antecederam e souberam conduzir muito bem o trabalho do sindicato ao longo dessas duas décadas. E, também, com muito a realizar, muitos projetos em prol do setor no Ceará, um dos estados mais atuantes e promissores do país quando o assunto é energia”.

O presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, destaca o protagonismo do sindicato desde a sua fundação, em 2001, sob a denominação de Sindprel (o nome Sindienergia só viria a ser adotado em 2009). “Nestes 20 anos de atuação, celebramos o Sindienergia pelas atividades em prol do fortalecimento do setor energético, que vem ampliando o desenvolvimento industrial e da economia cearense. O Sindienergia participou, ativamente, em diversas ferramentas estratégicas, como a Câmara Setorial de Energias Renováveis da ADECE e a Rota Estratégica de Energia da FIEC; dialogou também para a revisão da regulamentação do licenciamento ambiental para energias renováveis de 2016 a 2018, que tornou o Ceará o primeiro estado a elaborar uma norma para licenciamento ambiental em geração distribuída no país; na viabilização do novo Atlas Eólico e Solar do Ceará; além de estar em posição de protagonismo na articulação junto ao Congresso Nacional, com apoio da FIEC, para a aprovação do PL 5.829, de 2019, que tem por objetivo a instituir o marco regulatório da minigeração e microgeração distribuída no Brasil”, lembrou Ricardo Cavalcante.

Ricardo Cavalcante prevê ainda um papel de destaque do Sindienergia nos próximos anos. “No futuro próximo, o Sindicato terá reforçado seu papel de importância através da promoção de oportunidades únicas no campo energético sustentável. Com a chegada do Hidrogênio Verde, um oceano azul nos é apresentando, com perspectivas de redesenho na matriz energética regional e um novo incremento da economia cearense. Em sua mais nova década de existência, estamos prontos para iniciar uma mudança estrutural no modo de consumir, produzir energia e em nossas relações com a sustentabilidade”, reconhece o presidente da FIEC.

Hoje, o Sindienergia-CE, que é um dos 40 sindicatos pertencentes à FIEC, conta com 52 associados e segue em constante crescimento. O setor energético no estado, por sua vez, tem se destacado na área de energias renováveis, ocupando hoje a quinta colocação na geração centralizada de energia solar no país, com uma potência total de 2.638 MW, e a nona colocação em geração distribuída, com 208,6 MW de potência instalada, em 18.488 unidades beneficiadas.

Veja Mais