Coberturas
Senador Girão doa R$ 500 mil para campanha de Wagner. Candidatos gastam mais com impulsionamento nas redes
Home Últimas Notícias Senador Girão doa R$ 500 mil para campanha de Wagner. Candidatos gastam mais com impulsionamento nas redes

 

O candidato do PROS à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, até o momento, é o postulante que recebeu maior quantidade de recursos na campanha deste ano.

Segundo declarou o postulante à Justiça Eleitoral, ele recebeu somente do senador Eduardo Girão, do Podemos, R$ 500 mil para atuação nas eleições.

A maioria dos prefeituráveis da Capital cearense investiu os recursos recebidos no impulsionamento de conteúdo, principalmente, nas plataformas das redes sociais.

Capitão Wagner doou para a própria campanha apenas R$ 5 mil, totalizando, até a publicação desta matéria, R$ 505 mil de receitas. O postulante gastou, ao todo, R$ 25 mil somente com impulsionamento de conteúdo na Internet, sendo R$ 10 mil com o Google.

No entanto, até o momento, quem mais recebeu recursos para a campanha foi o candidato do Partido Verde (PV), Célio Studart, sendo R$ 627 mil oriundos da direção estadual e mais R$ 5 mil doados por sua mãe, a médica Marilda Studart Barbosa. Célio já gastou quase R$ 18 mil somente com impulsionamento de conteúdos nas redes sociais.

A candidata do PT, Luizianne Lins, já recebeu recursos oriundos do Fundo Especial do Partido dos Trabalhadores, no valor de R$ 450 mil. A petista ainda não declarou os gastos da primeira semana de campanha. Este é o mesmo valor recebido por Heitor Freire, do PSL.

O candidato governista, Sarto (PDT), declarou ter recebido a terceira maior quantidade de recursos no início da campanha eleitoral deste ano em Fortaleza. Ao todo, o pedetista recebeu R$ 180 mil de apoiadores, sendo Francisco Borges Neto aquele que doou a maior quantia até então, R$ 50 mil.

Também fizeram doação para o candidato governista: Ana Paula Acioly de Vasconcelos (R$ 30 mil), Paulo Francisco Barreto da Rocha (R$ 25 mil), Manuel Sampaio Filho (R$ 25 mil), Izabel Phabiana Medeiros de Lima (R$ 25 mil) e Christian Ferreira Melo (R$ 25 mil). Sarto ainda não declarou os gastos que realizou na primeira semana de campanha.

Despesas

Renato Roseno (PSOL) já arrecadou R$ 28 mil, sendo R$ 21 mil de financiamento coletivo. Já gastou metade com despesa com pessoal.

Anízio Melo (PCdoB) recebeu R$ 3 mil, gastando R$ 940, a maior parte com impulsionamento de conteúdo nas redes sociais.

Heitor Férrer (SD), Samuel Braga (Patriota), José Loureto (PCB), Paula Colares (UP) ainda não declararam contas

 

Fonte: Blog do Edison Silva

Veja Mais