Coberturas
Sem recursos, creches conveniadas de Fortaleza paralisam atividades a partir de segunda (04/09)
Home Coberturas Sem recursos, creches conveniadas de Fortaleza paralisam atividades a partir de segunda (04/09)

Na última quinta-feira, 31 de agosto, associações de moradores que mantém convênio com a Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF) estiveram reunidas na Secretária de Educação de Fortaleza (SME) juntamente com Vereador Raimundo Filho com o objetivo de cobrar os recursos de manutenção das creches comunitárias, atrasados, em alguns casos, desde maio de 2017.

As entidades deixaram o prédio com a previsão de pagamento somente para o dia 10 de setembro, o que fez permanecer o impasse, haja vista que, desta forma, avaliam que permanecem impossibilitadas de pagar funcionários e fornecedores para poder manter os espaços funcionando.

Diante disto, cerca de 40 unidades de educação infantil conveniadas da Capital fecharão as portas a partir da próxima segunda-feira, 4 de setembro, e só voltarão às atividades após o pagamento de todas as instituições ser realizado.

De acordo com o Conselho das Creches Comunitárias de Fortaleza (Concrefor), que representou as associações, as creches não recebem os repasses há mais de três meses e estão utilizando recursos próprios, quando dispõem, para manter as atividades de atendimento ao público.

Hoje  terça-feira, 5 de setembro, as organizações realizarão uma manifestação na Câmara Municipal de Fortaleza (CMF), com objetivo de sensibilizar os vereadores a contribuirem com o debate da educação infantil de Fortaleza e sensibilizarem o prefeito Roberto Cláudio a solucionar o problema.

Com a paralisação das unidades, milhares de crianças de Fortaleza, em diversos bairros, ficarão sem atendimento a partir da próxima semana.

Veja Mais