Coberturas
Remodelado, projeto de Bonde Elétrico Cultural e Turístico de Fortaleza é divulgado para requalificar o Centro e fortalecer economia criativa
Home Últimas Notícias Remodelado, projeto de Bonde Elétrico Cultural e Turístico de Fortaleza é divulgado para requalificar o Centro e fortalecer economia criativa

O Diário Oficial do Estado do Ceará trouxe, na última esta quinta-feira (7), o novo edital de licitação para o Bonde Elétrico Cultural e Turístico de Fortaleza. Ligando os principais equipamentos históricos e artísticos da Capital, num percurso de 2,1 quilômetros e 4 paradas, a iniciativa será uma importante ferramenta para a requalificação do Centro e fortalecimento da economia criativa na cidade. A nova proposta foi discutida com o governador Camilo Santana, que aprovou a versão atual.

O bonde será no estilo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), movido a energia elétrica, sem catenária. O percurso inicia no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e passa por três outras paradas – Mercado Central, Estação das Artes e Theatro José de Alencar em 2,1 km de trajeto. Em cada viagem, poderão ser transportadas, em média, 230 pessoas.

Pelos trilhos do bonde, serão integradas grandes referências de nossa história e cultura, como a Biblioteca Estadual do Ceará (Menezes Pimentel), Teatro São José, casario histórico da Avenida Pessoa Anta, Forte de Nossa Senhora da Assunção, Catedral da Sé, Passeio Público, Emcetur, além das atrações que dão nomes às quatro paradas.

A medida se soma aos investimentos do Governo do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza  para a requalificação do Centro; como a reforma do Teatro São José, Biblioteca Pública do Ceará (Menezes Pimentel) e Praça José de Alencar, a construção da Escola de Hotelaria e Gastronomia e do próprio complexo cultural Estação das Artes, na antiga Estação Ferroviária João Felipe. Este espaço, que está em obras, vai reunir o Mercado das Artes, o Mercado Gastronômico, a Pinacoteca do Estado, a sede do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan), uma biblioteca e um museu.

O edital para o novo VLT, a ser implantado pela Secretaria da Infraestrutura do Ceará (Seinfra), contempla, além da aquisição do material rodante e obras civis, o desenvolvimento dos projetos executivos de arquitetura, engenharia e sistemas, e operação assistida do equipamento.

Por ser movido a eletricidade, o bonde será silencioso e sustentável, evitando a emissão de poluentes na atmosfera. A alimentação será feita por meio de baterias e/ou supercapacitores, que são dispositivos que armazenam energia. O valor total do investimento é de aproximadamente R$ 116 milhões.

Ampliação mediante PPP

A rota anteriormente prevista, de um total de 4,7 quilômetros de percurso, ligando a Beira Mar ao Centro, está em análise para um segundo momento, mediante a realização de Parceria Público-Privada (PPP).

Veja Mais