Últimas Notícias
Queiroz Filho solicita reconhecimento histórico de campo de concentração em Senador Pompeu
Home Últimas Notícias Queiroz Filho solicita reconhecimento histórico de campo de concentração em Senador Pompeu

 

Começou a tramitar nesta quinta-feira (23), na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, o Projeto de Lei, de autoria do deputado Queiroz Filho (PDT), que reconhece a relevância histórica e cultural da Vila dos Ingleses, conhecida como Sítio Histórico do Campo de Concentração do Patu, no município de Senador Pompeu, na região Sertão Central.

“O reconhecimento, assim como a preservação da estrutura do sítio, reafirma a existência dos campos de concentração de retirantes no Ceará durante o período da grande seca de 1932, visto que na capital cearense, a ausência de resquício físicos tende a relegar ao esquecimento esse difícil capitulo da nossa história”, disse Queiroz Filho.

Dos campos de concentração que foram erguidos no estado, o de Senador Pompeu é o único que ainda possui edificações, um canteiro de obras consistindo em 12 casarões, 160 casas de taipa e três casas de pólvora. Calcula-se que morreram cerca de 12.000 pessoas, mais da metade dos concentrados, tanto que foi criada a “Caminhada da Seca”, que reúne anualmente, desde 1982, mais de cinco mil pessoas.

Segundo o parlamentar, o reconhecimento também serve para que se amplie a discussão sobre a questão hídrica no estado. “É importante avaliar o impacto que esse período histórico teve, pois temos exemplos de dois campos de concentração que existiram no município de Fortaleza, gerando duas comunidades, do Pirambu e do Alagadiço, e a favela dos Trilhos, que se desenvolveram de maneira desigual em relação a outras áreas da capital. A seca sempre vai existir, mas é possível conviver com ela, tanto que há eficientes obras sendo tocadas, como a Transposição do Rio São Francisco e o projeto de dessalinização da água do mar”.

Veja Mais