Últimas Notícias
Prefeitura de Eusébio inspeciona mais de 41 mil imóveis para evitar alastramento do mosquito Aedes aegypti
Home Últimas Notícias Prefeitura de Eusébio inspeciona mais de 41 mil imóveis para evitar alastramento do mosquito Aedes aegypti

 

A Prefeitura de Eusébio, através da Secretaria de Saúde, concluiu o 3º Levantamento de Índices do Aedes aegypti (LIA). Ao todo, foram inspecionados 41.010 imóveis, divididos em 45 áreas de trabalho com a participação de 50 agentes de combate as endemias. O trabalho resultou em 11 imóveis positivos com taxa de infestação predial de 0,24, índice considerado baixo pelo Ministério da Saúde.

De janeiro até o fechamento do último LIA, foram 56 sorologias realizadas em indivíduos com suspeita de arboviroses sendo sete confirmadas, destas, quatro (04) positivas para dengue, duas (02) para Chikungunya e uma (01) para Zika vírus. No mês de maio, o Departamento de Endemias da Prefeitura de Eusébio realizou o 2º Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa) em todo o município, nos dias 10 a 13, com o objetivo identificar as áreas com maiores ocorrências de criadouros de focos e ajudar na prevenção das arboviroses.

Segundo Iones Ferreira, do Departamento de Endemias, no dia 07 de junho foi iniciada a 4º LIA nos quais já foram inspecionados 22.806 imóveis com índice de infestação predial de 0,24. Ele destaca que nas localidades com casos positivos para arboviroses, está sendo feita borrifação com inseticida em um raio de 300 metros de extensão, de modo a evitar o aumento da disseminação do Aedes aegypti. “Os agentes continuam realizando o trabalho casa a casa, com inspeção externa dos imóveis e educação em saúde em relação às arboviroses e seguindo todas as recomendações de combate ao COVID- 19”, pontua.

Cuidados mantidos

O Prefeito Acilon Gonçalves observa que mesmo com as atenções voltadas ao enfrentamento da Covid-19, a Prefeitura vem mantendo os cuidados para evitar o alastramento das arboviroses. “Estamos dando continuidade com as atividades de desinfecção em locais com grande aglomeração de pessoas como as unidades básicas de saúde, Hospital, CEO, SAMU, UPA e dentre outros espaços”, revela.

Segundo ele, o trabalho é realizado por uma equipe de Agentes Comunitários de Endemias (ACE’s), de acordo com a programação da Secretaria de Saúde “Dessa forma temos conseguido manter o controle evitando que pessoas venham a adoecer. Mas contamos com o apoio da população para que verifique seus quintais e jardins mantendo-os limpos, impedindo assim a procriação do mosquito Aedes aegypti “, salientou.

Veja Mais