Coberturas
Prefeito Roberto Cláudio discursa na reabertura das sessões presenciais da Câmara Municipal
Home Últimas Notícias Prefeito Roberto Cláudio discursa na reabertura das sessões presenciais da Câmara Municipal

 

O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta quarta-feira (05/08), da reabertura das sessões presenciais na plenária da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), que ocorriam de maneira virtual desde março, conforme as recomendações de isolamento social para a prevenção ao novo coronavírus.

O gestor, que participou de maneira remota, iniciou a fala parabenizando a diretoria da casa pela responsabilidade com que conduziu mesa legislativa no período da pandemia, dando continuidade aos debates da cidade e também agora com o retorno das atividades. “A Câmara trouxe uma mensagem positiva ao retornar, com cuidados especiais aos parlamentares e servidores em grupo de risco, e é por isso que a cidade tem vencido essa batalha”, registrou.

Roberto Cláudio lembrou que o Brasil está chegando perto de 100 mil óbitos por Covid-19, fora a subnotificação. “Não há parâmetro para o número absoluto de vidas perdidas. Não podemos minimizar o que estamos vivendo. Precisamos entender que nada é mais prioritário a nós de função pública do que proteger e defender a vida”, destacou.

Na ocasião, o Prefeito refez a trajetória da pandemia até então. Lembrou que Fortaleza teve a mais precoce curva do País, por conta de fatores como densidade populacional, existência de hub aéreos e alto fluxos aeroportuários internacionais. No entanto, se por um lado a doença começou pela Capital, o local também vem sendo exemplo de combate e controle. Tendo sido a semana 20 da pandemia o momento com os maiores índices, desde então, a Cidade chega a sua 12ª semana de queda consistente em redução casos, óbitos, demandas assistenciais e por leitos de UTI.

Para Roberto Cláudio, essa redução também foi graças à união, à integração e à sensibilidade para a tomada de decisões e ações por parte da classe política cearense. “Isso não foi só por decisão da Prefeitura e do Governo, mas sim porque encontramos um ambiente fértil na Assembleia e na Câmara de apoio e compreensão da maioria, além da população de Fortaleza, que entende que por mais dolorosa que seja alguma decisão, é motivada pela ciência, saúde e em defesa da vida”, explicou.

Relação com a Câmara

O prefeito Roberto Cláudio expressou gratidão por ter trabalhado junto ao legislativo. Ele enfatizou que a harmonia e o equilíbrio entre os poderes faz a cidade crescer. “Tem sido um privilégio encontrar na Câmara poder mais do que apoio, mas uma construção coletiva, um ambiente de crítica construtiva, de conselho de quem tem mais experiência. Por isso, aqueles líderes do executivo que demonizam ou criticam o parlamento, não entendem de democracia e perdem a oportunidade de exercer a humildade, a tolerância, o respeito e a sabedoria para ouvir e errar menos e acertar mais”, disse.

O gestor destacou que os fortalezenses devem conhecer cada vez mais o trabalho do legislativo, que quem está na ponta e na comunidade. “O trabalho mais sofrido e trabalhoso é o do vereador que tá na comunidade, que ouve as pessoas. É sentindo sofrimento do povo para trazer a demanda para o executivo realizar e na maioria das vezes e nem leva a fama de quem foi o responsável por executar”, destacou.

Sobre a reabertura da Câmara

Para a continuidade dos trabalhos de maneira presencial, a Câmara Municipal passou por uma sanitização de toda a sede, além da instalação de nova sinalização. Também houve uma reorganização dos espaços para garantir o distanciamento e evitar aglomerações, além de estabelecer protocolos de acesso, como a aferição de temperatura de todos as pessoas que entrarem na sede.

Inicialmente, as sessões plenárias ocorrerão sempre às quartas-feiras. Os vereadores deverão estar conectados na rede de internet da Casa para ter a presença registrada na sessão e votar por meio do programa criado pelo departamento de tecnologia do legislativo municipal. Os parlamentares que compõem o grupo de risco à Covid-19 estão orientados a participar das sessões por meio de videoconferência, a partir de seus gabinetes.

Agora, os vereadores poderão retomar as reuniões das comissões temáticas, que agora ocorrerão no auditório da Casa, para evitar aglomeração. Audiências públicas presenciais permanecem suspensas até setembro, quando será avaliada a possibilidade de retomada, caso haja condições de sanitárias.

Veja Mais