Coberturas
Governo do Ceará inicia obras da nova ZPE e segue ampliação do Porto do Pecém
Home Últimas Notícias Governo do Ceará inicia obras da nova ZPE e segue ampliação do Porto do Pecém

 

O Governo do Ceará deu início às obras de ampliação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE). O Setor 2, como está sendo chamado, fica a cerca de quatro quilômetros do Setor 1 e ocupará uma área de 240 hectares.

Na manhã desta quinta-feira (30), o governador Camilo Santana foi ao local inspecionar os trabalhos do primeiro módulo, que tem previsão de ser entregue até o próximo mês de fevereiro e terá 23 hectares, com investimento aproximado de R$ 30 milhões.

Ao lado de Danilo Serpa, presidente da Companhia de Desenvolvimento do Complexo Industrial e Portuário do Pecém S.A (CIPP S.A), e Mário Lima Júnior, titular da ZPE Ceará, Camilo Santana afirmou que novas empresas já devem chegar ao local ainda este ano, estimulando a oferta de postos de trabalho e o crescimento da economia em uma retomada importante para superar os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

A ZPE Ceará é um distrito industrial incentivado, onde indústrias instaladas em sua área contam com benefícios tributários, cambiais e administrativos, tendo como contrapartida que, no mínimo, 80% da sua receita seja oriunda de suas exportações.

A área toda alfandegada é controlada pela Receita Federal e empresas do mundo inteiro estão vindo ao Ceará para exportar. O governador Camilo Santana citou empresas que devem se instalar na ZPE e quando isso deve começar a acontecer.

Para Mário Lima Júnior, esse mix de infraestrutura e condições de negócios colocam o Ceará bastante competitivo na atração de novas empresas.

Porto do Pecém

O governador Camilo Santana visitou ainda o Terminal Portuário do Pecém, importante equipamento para a economia e que passa por sua segunda ampliação.

O chefe do Executivo Estadual mostrou o novo portão de acesso (Gate 2); a nova ponte para os píeres do porto – com 1.520 metros de extensão; o novo berço de atracação para os navios; a CE-576, conhecida por “Rodovia das Placas”; a duplicação da CE-155, que liga a BR-222 ao Porto do Pecém; as correias transportadoras de carvão mineral e minério; carregadores de contêineres e placas de aço, entre outras melhorias, ações que totalizam um investimento aproximado de R$ 1,3 bilhão.

Camilo Santana destacou que o Porto do Pecém é um equipamento que está se expandindo a cada ano e mesmo em um cenário de pandemia conseguiu registrar crescimento.

O Complexo do Pecém hoje é uma joint venture formada pelo Governo do Ceará (70%) e pelo Porto de Roterdã (30%). No local se concentra uma área industrial, o Porto do Pecém e a ZPE Ceará.

O presidente do Complexo do Pecém, Danilo Serpa, comemora o crescimento e acredita em uma continuidade de novos negócios.

Veja Mais