Coberturas
Governo do Ceará entrega a primeira Unidade Prisional de Segurança Máxima do Estado
Home Últimas Notícias Governo do Ceará entrega a primeira Unidade Prisional de Segurança Máxima do Estado

 

“É o que há de mais moderno e mais seguro”. Assim definiu o governador Camilo Santana a primeira Unidade Prisional de Segurança Máxima do Estado, inaugurada pelo Governo do Ceará nesta quarta-feira (4), em Aquiraz. Com transmissão ao vivo pelas redes sociais, a inauguração também teve a presença do secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, dos secretários-executivos da SAP, Maiquel Cavalcante e Rafael de Beserra, e do diretor da unidade, André Severiano.

Com mais de R$ 33 milhões em investimentos, a unidade é a primeira de Segurança Máxima Estadual das regiões Norte e Nordeste. A penitenciária tem capacidade para 168 internos de alta periculosidade ou que correm alto risco. Serão 128 vagas em celas compartilhadas e 40 em celas individuais. Os primeiros internos serão recebidos a partir desta quarta-feira.

Ao apresentar as instalações, Camilo Santana cumprimentou policiais penais e destacou os investimentos para o sistema prisional do Estado. “O sistema prisional passou por uma grande transformação nesses últimos dois anos e meio, após o Mauro Albuquerque assumir a Secretaria. Toda uma mudança na estrutura administrativa. Fizemos investimentos e concurso público. O Ceará é hoje, do ponto de vista do sistema prisional estadual, o Estado que tem um dos melhores sistemas, mais seguro e mais controlado, além de garantir todos os direitos aos presos”, garantiu.

O titular da SAP, Mauro Albuquerque, enfatizou que a entrega da unidade contribui para o trabalho das forças de segurança no combate ao crime organizado. “Aqui, nós vamos ter o controle total. Aqui, vamos ter os presos selecionados. Mais uma vez, vamos mostrar que é ônus fazer parte de uma facção. Antes era bônus, agora é só ônus. Garantindo todos os direitos, mas também com a rigidez da lei. Mais um equipamento demonstrando que o Ceará está em um patamar de referência nacional. Então, agradecemos a todos que participam da nossa educação, que capacita o interno, que dá trabalho para o interno, as empresas que participam desse processo. Isso é fundamental: educação com capacitação e trabalho. Ressocialização aí, sim, se torna realidade”, afirmou.

O chefe do Executivo estadual reafirmou que o fortalecimento do sistema prisional resulta em mais segurança nas ruas. “Um sistema prisional bem controlado, sem comunicação, com o rigor da lei, garantindo direitos, significa um efeito muito forte nas ruas. Então, é uma grande contribuição que o sistema prisional dá para a Segurança Pública do Estado. Esse trabalho harmônico, em parceria, que tem sido realizado aqui no Ceará”, justificou.

Veja Mais