Coberturas
Governo do Ceará e Klabin assinam protocolo para instalação de fábrica em Horizonte
Home Últimas Notícias Governo do Ceará e Klabin assinam protocolo para instalação de fábrica em Horizonte

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e terno

 

O Governo do Ceará assinou protocolo de intenção com representantes da Klabin S/A para a construção de uma nova unidade do grupo em Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza.

O investimento previsto é de R$ 100 milhões. Desses, R$ 48 milhões já foram gastos na compra do imóvel que vai receber o empreendimento.

A fábrica tem a capacidade para produzir até 70 mil toneladas por ano de chapas e caixas de papelão ondulado. Ao todo, o empreendimento vai gerar cerca de 240 empregos diretos e indiretos na região.

O governador Camilo Santana destacou que a atração de investimentos desse porte para o Ceará é resultado da política efetuada pelo Governo.

Camilo Santana destacou ainda que a chegada da empresa vai garantir desenvolvimento econômico e geração de emprego para a população.

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior, enfatizou o potencial que está sendo criado no Ceará para o surgimento de ainda mais negócios.

Líder no mercado

Com 120 anos de existência, a brasileira Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis do país, sendo líder na produção de papéis e cartões para embalagens, sacos industriais e embalagens de papelão ondulado.

Atualmente, conta com 18 unidades industriais, sendo 17 no Brasil – espalhadas em oito estados – e uma na Argentina. A empresa também conta com escritórios comerciais em oito estados brasileiros, uma filial nos Estados Unidos e um novo escritório na Áustria, além de representantes e agentes comerciais em vários países.

O CEO da Klabin, Cristiano Teixeira, disse estar muito feliz com a ampliação das atividades da empresa no Nordeste.

O Nordeste brasileiro tem apresentado, nos últimos anos, crescimento acima da média nacional no mercado de embalagens de papelão ondulado, que, historicamente, concentrou-se na região Sudeste. Armando Klabin, presidente do conselho de administração da empresa, enfatizou o compromisso com a região nordestina.

A previsão é de que as atividades já tenham início em 2020. O potencial de geração de ICMS no estado é de até R$ 14,5 milhões por ano com volume de 40 mil toneladas/ano.

O momento contou com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, José Sarto, de parte secretariado estadual – Élcio Batista (Casa Civil), Juvêncio Viana (PGE), Mauro Filho (Seplag), Nelson Martins (Assessoria Institucional), Dedé Teixeira (Executivo da SDA), dirigentes de órgãos – Danilo Serpa (CIPP S.A), Eduardo Neves (Adece), Sílvio Carlos Ribeiro (Executivo do Agronegócio do Ceará), do presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante, do prefeito e ex-prefeito de Horizonte, Chico César e deputado Nezinho Farias, respectivamente, além empresários de diversos segmentos.

Veja Mais