Últimas Notícias
Governo do Ceará assina primeiros contratos do Programa Ceará Credi
Home Últimas Notícias Governo do Ceará assina primeiros contratos do Programa Ceará Credi

 

Cerca de 30 mil cadastros serão analisados pelos agentes de crédito pelo programa que conta com investimento de R$ 100 milhões

Na tarde desta segunda-feira (19), o Governo do Ceará promoveu a assinatura dos primeiros contratos do Programa Ceará Credi. Comandado pelo governador Camilo Santana, o evento virtual teve a participação de beneficiados de todas as macrorregiões do Ceará e contou com a presença da vice-governadora, Izolda Cela, do secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Governo do Ceará (Sedet), Maia Júnior, do presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Francisco Rabelo, do presidente do IDT (Instituto de Desenvolvimento do Trabalho), Vladyson Viana, do secretário executivo da Sedet, Kenedy Vasconcelos, da diretora de economia popular e solidária da Adece, Silvana Parente, e de Joaquim Melo, gestor do Instituto E-Dinheiro.

“Hoje estamos assinando aqui os primeiros contratos do beneficiados com o Ceará Credi, um programa de inclusão financeira aos que mais precisam, e que tem como objetivo ampliar oportunidades de trabalho e renda para empreendedores formais e informais, trabalhadores autônomos e agricultores familiares por meio do acesso ao crédito e capacitação. Lembrando que poderão ser financiados quaisquer ramos de atividade econômica, como o artesanato, comércio, serviços e empreendedorismo social e cultural, tanto para fortalecer negócios já existentes quanto para abrir um novo negócio. E com uma vantagem em 2021: taxa de juros zero e um pagamento subsidiado com desconto de 10% para quem pagar em dia”, explicou o governador.

Nesse primeiro momento, serão R$ 100 milhões de investimentos em microcrédito produtivo orientado. O programa já conta com 30.187 pessoas inscritas, que estão tendo seus cadastros analisados e podem ter acesso a créditos que variam de R$ 500,00 a R$ 5 mil. Após análise de elegibilidade e priorização, o atendimento é feito por meio de um dos 108 agentes de crédito, que estão alocados em 47 postos de atendimento distribuídos em todo o Ceará, em parceria com o IDT (Instituto de Desenvolvimento do Trabalho).

Veja Mais