Últimas Notícias
Eusébio, Aquiraz e Itaitinga realizam parceria para implantar o CAPS 24 horas para atender a população dos três municípios
Home Últimas Notícias Eusébio, Aquiraz e Itaitinga realizam parceria para implantar o CAPS 24 horas para atender a população dos três municípios

 

As Prefeituras de Eusébio, Aquiraz e Itaitinga decidiram se unir para montar um serviço especializado para acolhimento de pessoas com problemas de dependência de álcool e outras drogas dos três municípios. Em reunião realizada na manhã da última  quarta-feira (30), no CAPS AD de Eusébio, os prefeitos Acilon Gonçalves, de Eusébio; Paulo César Feitosa, de Itaitinga e Bruno Gonçalves, de Aquiraz, decidiram realizar um consórcio para a implantação de um CAPS AD tipo 3, que funcionará 24 horas, com leitos para atendimento de urgência de dependentes químicos.

A ideia é que o município de Eusébio qualifique o CAPS AD que já existe para um CAPS AD do tipo 3. Mas, para que isso ocorra, é necessário realizar uma pactuação regional para atingir a população mínima, pois esse equipamento é destinado para municípios com 150 mil habitantes. Dessa forma é que a Prefeitura de Eusébio decidiu capitanear esse processo junto com as prefeituras de Itaitinga e Aquiraz, resultando numa população total de 171.089 habitantes.

Segundo Karina Gadelha, Assessora Técnica da Área de Saúde Mental da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), essa pactuação já tinha sido feita em gestões anteriores de qualificar esses serviços, mas só agora de fato que o município de Eusébio colocou o projeto em andamento, que inclusive já foi aprovado na reunião da comissão de intergestores regionais. “A ideia é que em breve o serviço seja qualificado receba o incentivo do Ministério da Saúde e passe atender essa população dessa região”, pontuou.

O secretário de Saúde de Eusébio, Josete Malheiro, observou que a gestão de Eusébio já vinha trabalhando com a ideia de avançar na saúde mental e dentro desse contexto foram pensadas três ações estratégicas: a mudança de tipologia dos dois equipamentos existentes, o CAPS Geral e o CAPS AD, para a tipologia 3 e outro é implantar o CAPS Infantil, que está dentro do desenho regional. “Mas, para que os dois equipamentos passem para o nível três, é necessário a parceria com outros municípios. Temos que correr contra o tempo, pois o Ministério da Saúde abriu essa brecha de qualificação agora nos meses de junho e julho”, afirmou.

A Assessora Especial de Políticas Sobre Drogas e coordenadora do CAPS AD de Eusébio, Micheline Said, observou que desde 2012, quando o CAPS foi inaugurado, que o Eusébio atende dependentes químicos de Itaitinga e Aquiraz, depois Aquiraz implantou seu próprio CAPS AD e passou a atender sua clientela. “Nossa região é importante nesse eixo, temos uma população de percentual alto de uso de substancias que buscam tratamento e acolhimento em comunidades terapêuticas. O que podemos fazer como gestão para reduzir o impacto na rede de saúde é construir um local de cuidado comunitário. Se eu tenho um CAPS instalado 24 horas, eu vou reduzir os encaminhamentos para internação involuntárias e até voluntárias nos hospitais psiquiátricos. Teremos de 8 a 10 leitos que atenderão por 14 dias num período de 30 dias. O prédio vai passar por uma adaptação”, ressaltou.

Para o prefeito Acilon Gonçalves, esse é mais um grande avanço no tratamento da dependência química. “Dessa vez juntamos Itaitinga, Aquiraz e Eusébio para que possamos pactuar e montar aqui no Eusébio um CAPS AD 24 horas, dessa forma vamos poder acompanhar os dependentes químicos para se recuperarem e trabalhar também com as famílias”, salientou.

O prefeito de Aquiraz, Bruno Gonçalves, comemorou o momento destacando que é um grande passo para o tratamento de pessoas com dependência química nos três municípios. “É um público de grande vulnerabilidade social e de saúde, então os três municípios trabalhando juntos, poderemos possa ofertar o serviço cada vez de mais qualidade para a nossa população”, comentou.

O prefeito de Itaitinga, Paulo César Feitosa, disse que esse encontro entre as prefeituras foi de suma importância para tratar de ações unificadas e consorciadas direcionadas para a atenção psicossocial. “É muito importante a união dos municípios em determinadas ações consorciadas, seja na destinação e tratamento do lixo, sejam com as policlínicas e nos equipamentos psicossociais. Depois do Covid, as pessoas começaram a adoecer mais do ponto de vista psiquiátrico, com depressões, dependências químicas. Precisamos dar toda a atenção a esse pessoal jovem, aos da terceira idade e nada melhor que unirmos forças. Eusébio, Aquiraz e Itaitinga unidos, montando estruturas únicas de atendimento consorciado para que a população dos três municípios possam acorrer a esses centros e ter uma atendimento de excelência”, concluiu.

Veja Mais