Últimas Notícias
Encontro discute a implantação do Distrito de Inovação em Saúde de Eusébio
Home Últimas Notícias Encontro discute a implantação do Distrito de Inovação em Saúde de Eusébio

 

O Distrito de Inovação em Saúde de Eusébio caminha para sua consolidação, com a implantação de novas empresas no ramo de saúde, com destaque para a Fábrica de Vacinas da Bio-manguinhos e outras empresas da área de saúde, de ensino e pesquisa. Um encontro realizado nesta semana que contou com a participação do novo secretário de Saúde do Estado, Marcos Gadelha, discutiu estratégias para acelerar a implantação do Distrito, que já conta com a Fiocruz e com a Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid -19.

Durante a visita foi realizado um planejamento para o fortalecimento do grupo gestor e discussão sobre os próximos passos para a Implantação do Distrito.  O secretário foi recebido pelo coordenador da Fiocruz Ceará, Carlile Lavor, pelo pesquisador Odorico Monteiro, coordenador da Câmara de Inovação, Produção e Empreendedorismo e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico de Eusébio, Eilson Gurgel.

Eilson Gurgel, que representou o prefeito Acilon Gonçalves no encontro, destacou o apoio que a gestão municipal tem dado para a implantação do Distrito de Inovação. Segundo ele, o município tem estado presente em todas as ações, apoiando as iniciativas da Fiocruz Ceará para que o Distrito se torne realidade. “acreditamos que esse é o projeto mais importante do Ceará na atualidade. Fico feliz com a vinda do secretário para conhecer melhor as ações e garantir uma participação mais efetiva do Governo para que esse processo seja acelerado”, destacou o secretário.

Covid-19

Em reunião com a equipe de gestores da Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid -19, o secretário Marcos Gadelha conheceu os trabalhos desenvolvidos nos Laboratórios de Sorologia e de Biologia Molecular e teve acesso ao relatório com os números e os últimos resultados, além das iniciativas e projetos desenvolvidos pelos colaboradores da Unidade. O equipamento já processou mais de 1 milhão de amostras em dez estados brasileiros e participa de diversos inquéritos sorológicos. Entre eles, a Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (PrevCov), um dos maiores inquéritos sorológicos sobre Covid-19 do mundo, que conta com a participação de mais de 211 mil brasileiros em mais de 62 mil domicílios de 274 municípios.

O grupo também esteve no bloco de pesquisa, onde funcionam os laboratórios de biotecnologia. Lá, Marcos Gadelha conversou com os cientistas sobre as pesquisas que estão em andamento na Fiocruz Ceará. O secretário também esteve na Sala-Cofre. Um datacenter, totalmente certificado, com atuação ininterrupta, instalada com nível Tier3, semelhante ao datacenter utilizado pela farmacêutica americana Moderna. O equipamento funciona como espelho da Sala-Cofre do Rio de Janeiro, protegendo os dados processados na Rede Fiocruz contra danos causados por fogo, calor, umidade, poeira e impactos.

A comitiva também se reuniu virtualmente com a presidência da Fiocruz para alinhar os objetivos e iniciativas para a implantação do Distrito de Inovação em Saúde do Eusébio. A Fiocruz é a instituição âncora do Distrito e a instalação da fábrica de Bio-Manguinhos irá dinamizar o projeto que precisa instituir a governança, como ponto de partida.

A definição da governança também é ponto focal para a implantação do Distrito. Nesse sentido, o IBMP institui uma Organização Social que deverá ser reconhecida pelo Governo do Ceara fazer a governança do polo e mobilizar as empresas para compor o Distrito. O coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, Paulo Gadelha, defende que cada Distrito tenha sua própria governança, em virtude das vocações de cada polo. Ele lembrou da intersetorialidade que envolve o projeto e pediu mais celeridade e integração do Governo. “Precisamos definir a governança local, a coordenação das governanças de cada Distrito e a governança política para termos um monitoramento claro das ações do Governo do Estado. Outra questão urgente é com relação aos terrenos, ao formato de alocação dessas áreas”, pontuou.

O Secretário de Saúde, Marcos Gadelha, se mostrou bastante satisfeito depois de conhecer os projetos e pesquisas desenvolvidos na Fiocruz Ceará. Na reunião com a presidência da Fiocruz, o secretário se disse otimista e garantiu alinhamento para a implantação do Distrito. “A reunião foi fundamental para eu ter um diagnóstico do projeto e identificar o que está obstruído para resolver e fazer acontecer. Conhecer a estrutura da Fiocruz e saber tudo que está sendo feito, me deixou muito otimista. Eu acredito no projeto e precisamos apenas nos integrar mais e articular as iniciativas para a implantação do Distrito”, afirmou o titular da Secretaria de Saúde do Ceará, Marcos Gadelha.

Com informações da Fiocruz

Fotos: Liz Siqueira

Veja Mais