Coberturas
Em reunião, Cointec conhece Plataforma Ceará 2050 e debate inovação em economia do mar
Home Últimas Notícias Em reunião, Cointec conhece Plataforma Ceará 2050 e debate inovação em economia do mar

O Conselho Temático de Inovação e Tecnologia (Cointec) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) reuniu-se na última  quarta-feira (4/3) para conhecer mais detalhes da Plataforma Ceará 2050. O plano de longo prazo para o desenvolvimento sustentável do Ceará foi apresentado pelo coordenador geral da plataforma, professor Barros Neto.

Iniciado em outubro de 2017, o Ceará 2050 é uma plataforma colaborativa de planejamento estratégico de longo prazo desenvolvida a partir do diálogo com diferentes esferas da sociedade cearense. A iniciativa deve ser concluída este semestre e conta com 400 ações, divididas em 20 programas, apontadas como necessárias ao desenvolvimento do Estado. “O objetivo é que esse seja um projeto do Ceará e não do Governo”, disse Barros Neto.

Entre as ações, o professor destacou a pretensão de expandir o Observatório da Indústria da FIEC e a Bússola da Inovação como canal de inteligência para a indústria; além de apoiar o funcionamento do Parque Tecnológico da Universidade Federal do Ceará (PARTE-UFC), com participação da Embrapa, Nutec, Prodetec, Cagece, Cogerh e CSP; e elaborar um plano de atração de empresas modernas, de alta produtividade, com uso intenso de tecnologia, fornecedoras de soluções inovadoras nos setores prioritários do Ceará 2050.

Ainda como parte da reunião, os conselheiros do Cointec conferiram uma apresentação sobre Inovação em Economia do Mar. Os principais indicadores da Economia do Mar no mundo e sua evolução no Ceará foram apresentados pelo sócio da PwC Portugal e Líder do Centro de Excelência Global da PwC para a Economia Azul, Miguel Marques.

Marques cumpre agenda em Fortaleza para lançar a terceira edição do LEME Barômetro PwC de Economia do Mar – Ceará, uma publicação que reúne os principais indicadores do setor no mundo com o objetivo de construir uma ferramenta que permita elucidar os impactos das atividades relacionadas à economia do mar na economia mundial. O conteúdo foi apresentado na última segunda-feira (2/3), durante reunião de Diretoria Plena da FIEC.

Desde 2015, a Economia do Mar é considerada pela FIEC um dos 14 setores e áreas estratégicas para o Estado do Ceará. Por isso, o setor foi contemplado no projeto Rotas Estratégicas Setoriais e no Masterplan. O trabalho desenvolvido pelo Observatório da Indústria da FIEC recebeu em 2019, em Portugal, o prêmio Excellens Mares pela relevância para o setor no mundo e vem ganhando notoriedade pela sua metodologia inovadora e as inúmeras possibilidades na geração de mudanças para a economia do Estado.

COINTEC

O Cointec tem por finalidade contribuir, por meio de execução e articulação de ações e estratégias, com o desenvolvimento do processo de inovação e do fomento à competitividade do setor produtivo. Acompanha a aplicação das políticas que dizem respeito ao desenvolvimento industrial e tecnológico, promove debate com especialistas e autoridades na área de política industrial e de inovação e avalia as políticas públicas para o setor.

Veja Mais