Coberturas
Deputado federal André Figueiredo um dos melhores parlamentares do Brasil.
Home Coberturas Deputado federal André Figueiredo um dos melhores parlamentares do Brasil.

O deputado federal André Figueiredo recebeu na noite do dia  19,   mais um prêmio pela destacada atuação parlamentar. Além de estar entre os 100 mais influentes do Congresso, avaliado pelo Diap, André foi o único deputado cearense escolhido entre os 10 melhores deputados do Brasil pelo Prêmio Congresso em Foco. A votação, que está em sua 10ª edição, foi realizada por júri especializado, com representantes da sociedade civil organizada, auditores, cientistas políticos e jornalistas que cobrem pautas políticas no Congresso Nacional.

Na juventude engajou-se no Movimento Semente de Libertação – grupo que utilizava a metodologia de Paulo Freire para alfabetizar e formar cidadãos no bairro do Pirambu, na capital cearense. Foi presidente do Centro Acadêmico de Economia e diretor do Diretório Central dos Estudantes da UFC. Foi líder estudantil, presidente do Centro Acadêmico de Economia, diretor no Diretório Central dos Estudantes e presidente da Executiva Nacional dos Estudantes de Economia.

Em 1984 filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista. Fundou e foi o primeiro presidente da Juventude Socialista do Ceará. Logo, tornou-se membro do Diretório Nacional do partido, membro da Executiva Regional, presidente do Instituto Alberto Pasqualini Ceará, vice-presidente nacional da Fundação Leonel Brizola/Alberto Pasqualini e, atualmente, é presidente do PDT no Ceará e também exerce a 1ª vice-presidência nacional do PDT.

André presidiu o Sindicato dos Economistas do Ceará em 1991 e, três anos depois, em 1994, tornou-se subsecretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente do Ceará. Foi eleito deputado federal em 2014, para a 55.ª legislatura (2015-2019), pelo PDT. Em 2 de outubro de 2015 foi indicado pela presidente Dilma Rousseff como sucessor de Ricardo Berzoini no Ministério das Comunicações.

De volta à Câmara dos Deputados, votou contra a PEC do Teto dos Gastos Públicos.Em abril de 2017 votou contra a Reforma Trabalhista. Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então Presidente Michel Temer.

 

Veja Mais