Últimas Notícias
Deputado Acrísio Sena reforça importância de ações de restauração do meio ambiente
Home Últimas Notícias Deputado Acrísio Sena reforça importância de ações de restauração do meio ambiente

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, tem como tema no ano de 2021 a “Restauração de Ecossistemas”. A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu a temática, com o objetivo de reunir cidadãos, governos e empresas para prevenir, deter e reverter a destruição dos espaços naturais.

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca e vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Casa, deputado Acrísio Sena (PT), observou, em entrevista à rádio FM Assembleia (96.7MHz) iniciativas podem ser adotadas no sentido de restaurar o meio ambiente

“Nós podemos traduzir essas ações de várias formas, desde a plantação de árvores para combater a desertificação, passando pela necessidade de termos cidades mais verdes, para reduzir o cinza que hoje toma de conta das metrópoles brasileiras”, apontou.

O parlamentar também citou como importantes para a restauração ambiental a mudança nos hábitos alimentares, assim como a preservação de rios, mangues e mares. A defesa da mata atlântica, a adoção de melhores políticas de convivência com o semiárido e a proteção dos manguezais também foram lembradas por Acrísio Sena. “Acho que essas iniciativas, somadas à necessidade de proteção animal, ilustram bem a importância que devemos dar a preservação dos nossos ecossistemas, principalmente diante de um Governo em nível federal que destrói o meio ambiente, que reduz o poder de fiscalização e que traz retrocessos na política das mudanças climáticas a nível internacional”, assinalou.

De acordo com a plataforma Terra Brasilis, vinculada ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), somente em 2020, o Brasil registrou 10.851 km² de desmatamento na região da Amazônia Legal, refletindo um aumento de 7,12% em relação a 2019. Especialistas apontam o colapso dos ecossistemas ao redor do mundo, em que o planeta perde 4,7 milhões de hectares de floresta a cada ano.

No Ceará, o Governo tem priorizado, nos últimos anos, políticas ambientais, desenvolvendo projetos econômicos que incentivam a geração de energias renováveis, bem como fomentando a criação de unidades de conservação e

investindo em políticas de resíduos sólidos.

Veja Mais