Coberturas
Comissão discute política estadual para os atingidos por barragens
Home Últimas Notícias Comissão discute política estadual para os atingidos por barragens

 

Comissão discute política estadual para os atingidos por barragens

A Comissão de Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca promove, nesta quinta-feira (12/03), audiência pública para analisar a construção de política estadual para os atingidos por barragens e obras da transposição de águas no Ceará. O debate será às 14h30, no Complexo de Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa. O autor da iniciativa é o deputado Elmano Freitas (PT).

Ele ressalta que, no Brasil, os atingidos se manifestam coletivamente para denunciar a violação de direitos que são negados. Segundo o parlamentar,  mais de um milhão de pessoas foram atingidas por barragens e enfrentam interesses de “grandes empresas” nacionais e transnacionais que controlam a produção de energia, o acesso à água e cobram tarifas “caríssimas” ao povo brasileiro.

Para Elmano, é necessário “cobrar das empresas e do poder público reivindicações históricas dessa população que, desde os anos 1970, sofre com o impacto das grandes obras de geração de energia elétrica e acumulação de água no País”.

Elmano explica que as populações atingidas também sofrem com a expulsão de seus territórios. De acordo com ele, a ausência de reconhecimento público e legal, a migração para as periferias das médias e grandes cidades contribuem para a formação de contingente de camponeses pobres, sem terra, sem direitos e dignidade ou em áreas rurais carentes de políticas públicas.

O parlamentar cita ainda que o estado do Ceará possui 155 grandes represas monitoradas pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), em parceria com o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). No entanto, Elmano lamenta que a população atingida sofra com as dificuldades de acesso à água para consumo humano, produção agrícola e criação de animais.

Foram convidados a compor a mesa de debates o secretário de Desenvolvimento Agrário, Francisco Diassis Diniz; o secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira; o secretário de Meio Ambiente, Artur Bruno; o presidente da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), João Lúcio de Farias; o secretário de Relações Institucionais da Casa Civil, Nelson Martins; o coordenador Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens, José Josivaldo, e o presidente da Central Única dos Trabalhadores do Ceará, Wil Pereira.

Veja Mais