Coberturas
Comissão aprova Código da Cidade com mais de 170 emendas; matéria será votada na próxima terça (25)
Home Últimas Notícias Comissão aprova Código da Cidade com mais de 170 emendas; matéria será votada na próxima terça (25)

 

Com mais de 170 emendas, foi aprovado pela Comissão Especial de Apreciação de Matérias que alterem o Plano Diretor, na última quarta-feira (19), o projeto de lei complementar 006/2019 que dispõe sobre o Código da Cidade. A proposta entra em pauta na próxima terça-feira, de acordo com o presidente da CMFor, Antônio Henrique (PDT). A Comissão também aprovou o projeto de lei complementar 0015/2019 que altera dispositivos da Lei Complementar 236 de 11 de agosto de 2017, que dispõe sobre o Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo do município de Fortaleza.

O presidente da Comissão, vereador Esio Feitosa (PPL), acatou a proposta feita inicialmente pelo vereador Sargento Reginauro (Sem Partido) de votar as emendas favoráveis por vereador em bloco, com a ressalva de votar em separado as que haviam recebido subemendas. O vereador Sargento Reginauro exaltou a isenção do presidente Esio Feitosa e do relator Renan Colares (PDT) em conversar com a oposição e acatar diversas emendas que melhoraram o texto.

Do total de 483 emendas, 247 foram retiradas pelos autores após o trabalho de convencimento feito por Esio e Colares. Segundo Esio, ainda podem ser apresentadas emendas em segunda discussão desde que assinadas por 15 vereadores. Estiveram presentes na reunião, além de Esio e Renan Colares, os vereadores Sargento Reginauro, Dr. Porto (PRTB), Michel Lins (PPS), Joaquim Rocha (PDT) e Benigno Júnior (PSD). Joaquim Rocha que substitui o vereador Jonh Monteiro (PDT), que está licenciado, assumiu também a vaga do vereador na Comissão.

O presidente Antônio Henrique esteve na reunião e parabenizou os vereadores pelo trabalho realizado para melhorar a matéria. Os vereadores Márcio Martins, Gardel Rolim e Guilherme Sampaio, também estiveram na reunião. Guilherme foi outro vereador da oposição que elogiou o trabalho da comissão, notadamente o do presidente Esio e o relator Renan pela isenção e diálogo franco e transparente durante a discussão da matéria.

Veja Mais