Coberturas
Central de manutenção de respiradores no SENAI Ceará já contabiliza 26 aparelhos em manutenção
Home Últimas Notícias Central de manutenção de respiradores no SENAI Ceará já contabiliza 26 aparelhos em manutenção

A central de manutenção de ventiladores mecânicos, instalada na última quinta-feira (2/4) no SENAI Jacarecanga, já conta com 26 aparelhos em fase de reparo. Os respiradores defeituosos são oriundos de Caucaia, Baturité, Iguatu, Itapipoca e Quixadá, e estão sendo avaliados por uma equipe de especialistas, montada exclusivamente para viabilizar os consertos.

Três salas de aulas do SENAI Jacarecanga foram transformadas para receber esta missão. Em parceria com a Secretaria de Saúde do Ceará (SESA), a central conta com a dedicação de 12 colaboradores do SENAI Ceará e de voluntários das áreas de eletroeletrônica, mecatrônica e tecnologia da informação. A ação é financiada pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), graças a uma articulação da diretoria de inovação da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

“O SENAI Ceará faz parte de um comitê que possui 25 pólos de manutenção de respiradores espalhados pelo Brasil. Somos um polo de recebimento, recolhimento, identificação, manutenção e redistribuição”, explica o gerente do SENAI Jacarecanga, Elias Pedrosa. Uma estimativa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) é de que hajam cerca de 3.600 respiradores fora de operação por falta de manutenção no Brasil. Cada aparelho pode salvar até 10 pessoas.

A central de ventiladores conta com três salas de aula isoladas e higienizadas, e cada uma delas contempla uma fase do trabalho. A primeira é voltada à triagem e ao diagnóstico primário dos aparelhos; a segunda abriga a manutenção propriamente dita; e a terceira, chamada de sala de testes, destina-se à verificação e certificação dos respiradores. A redistribuição fica por conta da SESA, de acordo com as necessidades da rede de saúde.

“O clima aqui é de corrida contra o tempo. É uma satisfação saber que estamos contribuindo para amenizar uma parte dos problemas causados pelo vírus”, disse o docente Klayton Cardoso, docente do SENAI Jacarecanga.
Produção de máscaras em larga escala.

Ao todo, 30.000 máscaras serão doadas para a Secretaria de Saúde do Ceará (SESA). Todas as unidades do SENAI em Fortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte estão envolvidas na produção de máscaras de acetato, equipamentos utilizados pelos profissionais de saúde que estão em contato direto com pessoas infectadas com o coronavírus. A primeira remessa de doações aconteceu na terça-feira (31/3).
Aventais hospitalares e máscaras TNT
O SENAI Parangaba está a todo vapor na produção de aventais hospitalares e máscaras descartáveis de TNT (as mais comuns, encontradas em farmácias) para doação à SESA. Serão produzidos 1000 aventais e 8.000 máscaras. A produção deve durar uma semana e a doação deve ocorrer até 10/4.

Veja Mais