Coberturas
Câmara Municipal recebe TRE-CE para mais explicações sobre cadastramento biométrico
Home Últimas Notícias Câmara Municipal recebe TRE-CE para mais explicações sobre cadastramento biométrico

12.02.2020

Durante a sessão plenária, a Câmara Municipal de Fortaleza recebeu a equipe do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), que apresentou os dados referentes ao processo de cadastramento biométrico na capital. O momento atende o requerimento nº 358/2020, de autoria do presidente do Legislativo, Antônio Henrique (PDT).

“É um momento importante em nosso País, estamos fazendo uma força-tarefa para que todos os cidadãos possam ter seus direitos garantidos, não apenas exercendo a democracia nas eleições, mas garantindo o a manutenção do benefício do Bolsa Família, passaporte e concursos públicos”, lembrou Antônio Henrique.

Na ocasião, o desembargador Haroldo Máximo, presidente do TRE-CE, chamou a atenção para o prazo de encerramento do cadastramento biométrico em 2020. Os eleitores terão até o dia 6 de maio para regularizar a situação eleitoral.

Sobre a questão do prazo, a coordenadora de atendimento aos eleitores, Lorena Belo, reforçou a importância de mobilizar os mais de 350 mil eleitores que ainda não realizaram a biometria. “O próximo prazo de encerramento é geral, com atendimento não só para o cadastro biométrico, mas também a regularização de outros tipos demandas, como o bloqueio após três vezes sem votar ou a emissão do primeiro título de eleitor”.

Segundo Loreno Belo, o atendimento aos eleitores estão descentralizados com 15 postos na capital, mas ainda existe uma baixa procura da população. “Estamos ainda com atendimento descentralizado, disponibilizando 15 unidades que não atendem metade do que estão aptas por causa da timidez da população”, explicou. Lorena avisou que 80% das pessoas em Fortaleza já regularizaram sua situação, mas que 355 mil eleitores ainda correm risco de terem seus títulos cancelados.

O assessor jurídico da presidência do TRE-CE, Caio Guimarães, falou da importância do engajamento dos vereadores para garantir a atual capacidade política de Fortaleza dentro da Câmara Municipal. “Existem bairros que podem ter até 50% dos títulos cancelados. Se isso acontecer, serão bairros que perderão a representatividade dentro da Casa Legislativa”, alertou.

O apoio dos vereadores no processo de cadastramento biométrico pode acontecer através de sensibilização, divulgação e até transporte da população aos locais disponibilizados pelo TRE, sem que haja conotação partidária. Ao final, os parlamentares tiveram um momento para esclarecimento de dúvidas.

Compartilhe:
Veja Mais