Coberturas
Assembleia aprova ocorrência do estado de calamidade pública em Granjeiro
Home Últimas Notícias Assembleia aprova ocorrência do estado de calamidade pública em Granjeiro

 

 

Assembleia aprova ocorrência do estado de calamidade pública em Granjeiro

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou, durante a sessão deliberativa extraordinária do Sistema de Deliberação Remoto (SDR), nesta quinta-feira (11/06), oito projetos, sendo um da Mesa Diretora, um do Poder Executivo e seis de parlamentares.

De autoria da Mesa Diretora, o projeto de decreto legislativo 10/20 reconhece, para os fins do disposto no art. 65 da Lei Complementar n.º 101, de 4 de maio de 2000, a ocorrência do estado de calamidade pública no município de Granjeiro, com efeito até o dia 31 de dezembro de 2020.

O projeto foi aprovado com duas emendas aditivas, de autoria dos deputados Marcos Sobreira (PDT) e Renato Roseno (Psol), que visam estabelecer meios para garantir transparência nos gastos dos municípios que tiveram decretos de calamidade pública aprovados, referentes ao período de combate à pandemia.

Já o projeto de lei nº 29/20, de autoria do Poder Executivo, autoriza o Governo do Ceará a ceder ao município de Alto Santo, por um período de dois anos, um imóvel de propriedade do Estado que está sob a responsabilidade da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), para a instalação do Almoxarifado Municipal, para a guarda de materiais e volumes.

Entre os projetos dos parlamentares está o de nº 99/20, de autoria do deputado Sérgio Aguiar (PDT) e coautoria dos deputados Nelinho (PSDB), Elmano Freitas (PT) e Salmito (PDT). A propositura suspende a cobrança tarifária de água e esgoto por demanda contratada de empresas que desempenham atividades econômicas consideradas não essenciais no período da pandemia pela Cagece. O prazo de suspensão será a partir da paralisação das atividades econômicas até o retorno e efetivo funcionamento dos estabelecimentos ou o término do período emergencial de enfrentamento do coronavírus no estado do Ceará.

Outro projeto de lei, o 383/19, do deputado Elmano Freitas (PT), institui a campanha denominada Junho Ambiental no Ceará, com o objetivo de reforçar a relevância do engajamento da sociedade na conservação, recuperação e melhoria do meio ambiente, na perspectiva de um desenvolvimento que seja ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente aceito.

Dos projetos de indicação, o 54/20, da deputada Érika Amorim (PSD), dispõe sobre o apoio na manutenção das instituições de longa permanência para idosos (ILPI) no Estado durante o período de enfrentamento ao novo coronavírus.

De autoria do deputado Soldado Noelio (Pros), o 55/20 estabelece auxílio excepcional de proteção social a ser implementado durante o período de enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19.

56/20, do deputado Carlos Felipe (PCdoB), indica ao Poder Executivo, como medida de combate à pandemia do novo coronavírus, a concessão de adicional de periculosidade a todos os servidores que tenham que permanecer trabalhando no período de isolamento social decretado pelo Governo do Estado do Ceará.

Já o indicativo 58/20, do deputado Agenor Neto (MDB), trata do fornecimento de máscaras e álcool em gel para organizações não governamentais (ONGs) e entidades de assistência social que prestam serviços no enfrentamento ao novo coronavírus no Ceará.

Ainda durante a sessão, foram aprovados 274 requerimentos de parlamentares.

Veja Mais